Compartilhe
Ir em baixo
Mensagens : 1
Pontos : 460
Ver perfil do usuário

Shiki Ryuho

em Ter Jul 18 2017, 19:13
Nome do personagem: Shiki Ryuho
Idade: 17 anos
Sexo: Masculino
Altura: 1,75m
Peso: 65 kg
Tipo sanguíneo: O+
Categoria de NEN:
Sonhos e ambições: Catalogar todas as criaturas, sendo mágicas ou não.
Personalidade: Shiki é uma pessoa tranquila, brincalhona ao extremo mas também é extremamente sério quando precisa ser. É muito calculista, pois sua desvantagem em um combate é a força, então ele precisa analisar bem a situação e procurar por oportunidades. Ele se importa muito com as pessoas e os animais. As vezes mais com os animais do que com as pessoas, dependendo de como a pessoa é. Se alguém estiver correndo perígo, ele vai se esforçar ao máximo para ajuda-la.



Descrição da aparência: Um jovem de 17 anos, com cabelos loiros e olhos castanhos. Geralmente usa bandana, tem uma mochila de alça transversal e sempre anda com uma jaqueta. Tem uma cicatriz no ombro esquerdo, causada por um tiro.

---Primária (4 pontos)
Percepção- 2 Pontos [Bom]
Mental- 0 Pontos


---Secundária ( 3 pontos)
Físico- 1 ponto [Normal]
Destreza- 2 pontos [Normal]

Potencial- 3 pontos [Bom]

"Background"

O vento estava a seu favor, ele estava observando um cão gigante que estavam a
perambulando pela floresta, enquanto o garoto desenhava e anotava informações a respeito
da criatura. O garoto percebe que a criatura esta se movimentando e fazendo com que ele
fique contra o vento.

 "Ele é um animal esperto, esta andando em circulos para não ficar a contra o vento. Preciso
sair daqui rápido, se não o vento levará meu cheiro até ele."

Enquanto o garoto procura uma oportunidade para se movimentar, o cão percebe que algo
esta errado e começa a rosnar para uma certa direção. O garoto percebe a ação estranha do
animal e permanece em sua posição para ver o que a de errado com a criatura. Repentinamente,
redes avançam em direção a criatura, fazendo com que ela salte para o lado esquivando-se da
rede e correndo na direção de onde as redes vieram. Gritos ecoam pela floresta, seguido de
tiros e rugidos da grande criatura.

--- Permanecam em suas posições, ela não vai conseguir matar todos nós! Uma hora ela ira
ceder... arrrgggghhh.
--- Atirem os dardos tranquilizantes!! Agora.

"Caçadores?! Eles não aprendem, preciso ajudar o cão... Mas provavelmente estou em desvantagem numérica,
preciso achar uma oportunidade, eles devem ter algum acampamento aqui perto. Eles não
esperam que alguém além deles esteja tão floresta a dentro."

A noite havia chegado, os caçadores estavam em seu acampamento festejando a captura
do, denominado por eles, "incrivel monstro". A criatura estava em uma jaula, que claramente
não era devida para o seu tamanho, meio zonza devido a grande dose de tranquilazante usado
para captura-la. O garoto estava nos arredores do acampamento analisando a melhor maneira de
invadir e soltar a criatura sem que ele fosse descoberto.

"Preciso achar uma maneira de evitar a recaptura dele, mas preciso sumir com os tranquilizantes!!
Assim eles não poderam cedar-lo."

O garoto percebe algumas armas estavam na posse dos caçadores, mas a maioria estava
guardada em uma cabana. Imediatamente o garoto avança para a tal cabana no intuito de
inutilizar as armas.

 -Preciso me livrar deles, se não... Acho melhor levar alguns deles comigo, pode ser util
na fuga! "As armas de fogo, preciso sumir com elas." *Apois guarda alguns tranquilizantes em
sua bolso, começou a jogar a munição das armas em um barril cheio de água e escutou pessoas
conversando ao lado da cabana.*

 --O efeito do tranquilizante esta passando, vá buscar mais alguns antes que essa fera nos
cause problemas sérios.

 --Sim senhor!!

Enquanto um homem observava a criatura presa na jaula, o outro ia em direção a cabana
onde os tranquilizantes estavam, mas o garoto ja estava escondido e preparado para a
inesperada aparição. Segurando um dos tranquilizantes em uma das mãos, pulou nas costas do
homem que acabava de entrar na caba, e usou a outra mão para tapar a boca do caçador para
evitar possiveis gritos. Com a demora do seu parceiro, o homem que ficou no aguardo começou
a ficar nervoso.

---Esta dormindo em serviço? Agilize e traga logo esses dardos homem!!

Ao não ser respondido, o homem vai em a procura do outro, mas o garoto já estava
preparado para uma próxima investida, mas dessa vez ele segurava dois dardos, um em cada
mão, e ao perceber que o homem ja estava entrando na cabana, avançou e enfiou os dois
dardos no torax do outro caçador.

Enquanto isso, na cabana principal, os outros caçadores estavam se empanturrando
de comida e bebida em comemoração da captura.

---Brindemos ao nosso colega Jack, que foi morto por aquele monstro. Honraremos seu
esforço dando sua parte do dinheiro para sua família.

---HAHAAHAHA, até parece que você irá fazer isso!! Você vai é ficar com ela para você.

---Eu não faria iss...

A conversa é atrapalhada por um grito abafado, ao se darem conta do grito os caçadores
vão em direção a origem do mistérioso grito com suas armas. Ao chegararem no local, encontram
um o homem deitado no chão com dois dardos fincados em seu peito e a jaula da criatura com a
porta aberta e vazia.

---A criatura fugiu!!

---Não me diga, esta vendo ela dentro da jaula? A questão é como ela conseguiu fugir!!

---Senhor, olhe. Além do Duchi, o Jim também esta desacordado. E aqui há pegadas!
Alguém esteve aqui, roubou nossas munições, tranquilizantes e libertou o monstro.

---Deixe esses idiotas, depois damos uma lição neles. Atrás do criatura e de seu
salvador. Eu  quero  a criatura viva, mas podem sumir com o maldito que nos roubou.

O garoto, fugindo da criatura após chamar a atenção da mesma para longe do acampamento,
estava procurando uma maneira de despistar o cachorro gigante correndo em meio as árvores e arbustos,
mas a criatura o seguia sem perde-lo de vista, atrás de uma possivel presa. Gritos começaram em
meio a escuridão.

---Eles vieram por aqui. Rápido!

Por um momento, o cão se distraiu. Dando a oportunidade que o menino precisava para
despita-lo, subindo em uma árvore próxima e se encolhendo em meio as folhas. Mas o faro do cão
não falhou e o levou em direção a árvore que o garoto estava. Em questão de segundos, o garoto
seria pego, mas foi salvo por tiros que afugentaram a criatura. Sem pensar duas vezes, desceu e
correu na direção oposta dos tiros, chegando em um precipicio. Um correnteza passava logo abaixo
do precipicio, sem saber o que fazer, o garoto se virou e voltou a olhar para a floresta. Mas,
subitamente começou a olhar para o céu e percebeu que ele se afastava cada vez mais.

Os passaros cantavam, o sol brilhava sobre seus olhos.

---AHHH!! *Em quanto se levantava rapidamente* ---Arghh..*Gritou quando uma dor misteriosa o
incomodou*

--Não se mexa garoto. Seu ferimento vai abrir. Fique deitado.

*Ao escutar a voz, o garoto se virou assustado* ---Quem é você?? * Seus olhos foram de encontro
ao um homem sentado a bera do rio segurando uma vara de pescar.

--Shhhiiii! Não grite, vai assustar os peixes. Me chamo Gurelli, sou um Hunter. Encontrei você
com um ferimento de bala no ombro na beira do rio. Eu retirei a bala e estanquei o ferimento.
Mas você não está completamente curado. O que estava fazendo no meio da floresta?

Apois perceber que o homem não iria lhe fazer mal, o garoto revelou que se chamava
Shiki Ryuho, tinha 15 anos de idade e que nasceu em uma vila chamada de Yatsuremashita afastada da cidade
de Zaban, conhecida por viver a partir da fauna e flora da região.  E explicou toda a situação que havia passado
na noite passada.

---Você salvou um cão gigante de caçadores? Incrível. Não se encontra pessoas dispostas a
salvar um animal que pode tentar mata-la depois. Você é um garoto corajoso, Ryuho!

--Você vai assustar os peixes se gritar... *Descontou o garoto*

-Ahh, é verdade. Me destrai um pouco. *Enquanto soltava uma risada sem graça.* --Mas me diga uma coisa,
me diga porque você salvou o cachorro? Você poderia ter morrido.

--Se eu não o salvasse, ele poderia ter morrido. Eu não gosto daqueles que caçam, matam ou
vendem animais. Eles devem ser livres! *Disse o Shiki com um olhar determinado.

--Haha Concordo com você. Você seria um grande Hunter. *Falou o homem, com um sorriso no
rosto.*

-- Eu? Um Hunter? Eu não tenho tenho interesse. Meu interesse é de fazer um livro que contenha
informções sobre todas os animais, criaturas mágicas e qualquer outro que existir.

--Sério?? Sou um Hunter Selvagem, eu tambem gosto dos animais. Eu analiso os animais com risco
de extinção e crio uma maneira de preserva-los. Você deveria virar um Hunter, é o meio mais
facil de atingir seu objetivo. Um Hunter tem acesso a varias informções confidencias que podem
ser util e a locais fechados a pessoas normais.

--Isso é verdade? Então quer dizer que há maneiras mais rapidas para eu conseguir realizar meu sonho?
*Perguntou Ryuho com uma expressão de alegria*

--Claro!! Você só precisa se inscrever. Mas como você é de menor, vai precisar convencer seus pais a
autorizem sua participação!

*Uma expressão de tristeza tomou conta de seu rosto* --Meu pai morreu antes de eu nascer, e minha mãe
morreu ao me dar a luz, cresci com uma senhora que ajudava minha mãe. Mas cuidar de mim estava desgastando
ela. Então decidir viver na floresta.

--Ahh, meus pesames! *O homem ficou sem graça.*

--Esta tudo bem! Não se preocupe...*Percebendo que o homem ficou sem graça* --Deve haver outra maneira
de eu conseguir uma autorização.*Mudando de assunto para mudar o clima que da conversa.*

--Você teria que esperar até completar 18 anos. Ou  eu poderia ser seu responsavel, mas não tenho inteções
de fazer isso sabendo que você não esta apto a fazer o exame. Vamos fazer um trato, eu lhe treino durante dois anos,
assino como seu responsavél, mas em troca você me ajuda nas minhas missões. Nas que não forem perigosas.
O que acha?

-- Serio, você pode fazer isso? Eu aceito. Aprenderei coisas novas e ficarei mais forte. *Sua expressão de alegria
ficou estampada eu seu rosto.*

--- Então temos um trato!

Os dois anos se passaram, Shiki e Gurelli estiveram em varias aventuras ao redor do mundo e agora se
encontravam no porto Dolle. Mas chegou hora de Shiki ir atrás dos seus sonhos. Então, estava na hora do professor
e aluno se separarem.

--Lembre-se Ryuho, o exame para se tornar um Hunter não é facil, se prepare. Pois os exames nunca são iguais,
e vai lhe testar até o seu limite. Sua força não é o seu ponto forte, ficar só observando os animais
faz com que você não melhore sua força. Mas em compensação, sua agilizade, modo de agir e pensar
estão acima do normal, então vise em criar oportunidades favoraveis caso você precise usar a força.
Enfim, é aqui que nos separamos. Venha me encontrar quanto ser tornar um Hunter, você descobrirá que
o mundo é maior do que você imagina. Adeus Ryuho, e boa sorte.

--Obrigado por me ajudar durante esses dois anos. Irei me esforçar ao maximo para passar! Obrigado Gurelli-Sensei!

Com um aperto de mão e uma troca de sorrisos, os dois se separam...
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum