Compartilhe
Ir em baixo
Mensagens : 1
Pontos : 534
Ver perfil do usuário

Ichin

em Sab Jul 01 2017, 21:26
IMAGEM"
Nome do personagem: Ichin
Idade: 17
Sexo: Masculino
Altura: 1,87
Peso: 84kg
Tipo sanguíneo: AB+
Categoria de NEN: Manipulação
Sonhos e ambições: Sonha em Conseguir sua licença hunter e poder trabalhar com algumas toxinas proibidas para o publico geral. Quer que seus venenos sejam usados contra o mal.
Personaidade: Em situações normais é bastante calmo e racional. Prefere evitar lutas. Seu senso de juntiça é bastante forte.



---Primária (4 pontos)
Percepção-     Normal
Mental-        Otimo
---Secundária ( 3 pontos)
Destreza: Bom
Força: Ruim

Potencial- Normal






"Background"

Era um garoto tranquilo de um Clã de mercadores viajantes, conhecidos por sempre conseguirem os melhores produtos, com muita velocidade, mesmo que a encomenda seja dificil de se conseguir. Entretanto os preços nem sempre eram os melhores. Por viver com mercadores sempre presenciou o mundo dos negocios de perto. Aquele era o mundo em que vivia, varias pessoas que se preocupavam somente com o dinheiro. Aos poucos ele estava sendo arrastado para isso, chegou ate participou de algumas negociações. Mas ele nao se sentia bem com aquilo, sabia que algo estava faltando. Um certo dia, em uma das cidade que os mercadores tinham por objetivo conseguir alguns sacos de dinheiro algo saltou aos seus olhos. Ele mal acabara de completar 10 anos de ideade mas ja sabia que aquilo era algo para ser admirado. No cidade onde estava, quase come se fosse esquecida pelo tempo, havia uma torre, parecia ser feita para vigiar a cidade toda. Provavelmente desativada pelo fato de não haver mais guerras e nao haver a necessidade de uma vigia constante. Ele, como qualquer criança curiosa, entrara no local, subira todas as numerosas escadas. Elas pareciam nao acabar nunca, so pareciam pois, obviamente acabaram. E la de cima ele observou a cidade. Não era uma cidade grande, nem com construções chamativas e imponentes, mas poder ver a cidade inteira e a area do lado de fora dela de uma unica vez foi maravilhoso para ele. Ele podia ver tudo, nada fugia aos olhos. Nem mesmo uma construção antiga, provavelmente com algumas centenas de anos, que estava do lado de fora da cidade, em meio a uma floresta densa. Como era muito curioso decidiu ir conferir aquela velha casa. Depois de algum tempo de caminhada, quando estava chegando perto da casa ja podia ver alguns detalhes. Parecia ter alguem que morava ali, havia lenha do lado de fora, a porta estava entreaberta. Por um momento ficou na duvida se entrava ou não na casa, mas isso passou rapido. Logo quando entrou no local pode perceber varios potes com liquidos estranhos dentro, algumas partes de bichos que mais pareciam partes de monstros. Ele reconhecera algumas das partes... seria preciso pelo menos 50 pessoas para matar o dono daquelas partes monstruosas. Duas perguntas passaram pela sua cabeça ao ver aquelas coisas: "Pra que serve todos esses potes?" e "Por que uma pessoa guarda tudo isso em casa?". Entretanto antes mesmo de poder supor alguma resposta para aquelas perguntas foi tirado de seus pensamentos pelo bater da porta. Ao se virar via um homem com uma roupa bem peculiar, com varias coisas penduradas. O homem o observava fixamente sem fazer nem um movimento. Naquele momento ele não sabia o que fazer. Estava com medo, talvez. Havia entrado na casa de um desconhecido e agora ele estava la, paralizado. Por um breve momento houve um silencio perturbador naquela sala, ate o homem quebrar aquele silencio com sua pergunta:
  --Posso te ajudar? Por que entrou na casa de outra pessoa sem ser convidado?
  --Eu subi na torre e vi sua casa, ela parecia muito velha. Resolvi vir aquie e a porta estava aberta. (Respondeu com a voz tremula e fraca)
Percebendo que o menino nao representava perigo o homem abaixou um pouco a guarda.  
  -- Entendi. E o que achou da casa?
  -- Estranha. Ha muitos potes com coisa estranhas dentro. Tem essas partes de monstros tambem. Precisaria de um exercito pra matar cada um desses monstros.

Aquela conversa durou por algum tempo. O velho homem explicou que cada pote contia uma solução diferente com efeitos diferente. Algumas contiam venenos, outros remedios e outros eram misturas experimentais. falou tambem que ele havia capturado aqueles bichos e retirados as partes sozinho. Por um momento Ichin se mostrou desacreditado. Não podia ser... uma pessoa normal, ainda pior, um velho fazer aquilo sozinho. Entretanto o velho argumentou que haviam coisas no mundo que uma criança nao iria entender. Eles continuaram a conversar ate o anoitecer, com a conversa descobriu que aquele velho homem se chamava Hagou e que ele era um Hunter Cientista. Por isso ele tinha todos aqueles frascos e materias na casa. Nessa conversa Ichin ficou facinado com a descrição dos lugares que ele havia visitado e dos animais e plantas que ele havia visto. Naquele momento ele havia tomado uma decisão, queria se tornar um hunter. E imediatamente pediu a Hagou para lhe ensinar, entretanto hagou falou que estava ficando tarde que era melhor que Ichin voltasse para a cidade e pensasse melhor sobre aquilo. Eles poderiam conversar outra hora. A contra gosto Ichin foi para a cidade contou sobre o hunter para as pessoas do seu clã. Ele falou que queria ser um hunter como aquele velho. Imediatamente sua mãe negou, sabia que era um mundo perigoso, que muitos morriam antes mesmo de completar esse sonho. Entretanto Ichin não se conformou, era o que ele queria. Seu pai por outro lado falou que um homem deve ser livre para seguir o caminho que deseja trilhar. Foi uma noite de muita discussão mas no final de tudo foi decidido que ele teria a permissão, caso o velho decidisse aceita-lo sob sua tutela.  No dia seguinto logo cedo Ichin voltou para aquela velha cabada para conversar mais com o hunter, contara toda a historia da noite anterior. Havia se decidido, queria ser um hunter. Inicialmente Hagou não queria aceitar mas, vendo que o garoto, verdadeiramente, queria aqueilo foi obrigado a ceder.
Ichin voltou para a cidade, contou para seus pais que a condição havia sido cumprida. Depois de muita conversa ele, novamente, partiu para a cabana, sabendo que sempre que precisasse teria todo apoio daquele clã de mercadores. Chegando a cabana seu novo mestre ja lhe esperava, seriam anos dificeis pela frente.
5 anos se passaram e Ichin nao havia perdido um unico segundo. Estava sempre ao lado de seu mestre em todas as viagens, em todas as caçadas e em todas as experiencias. Havia aprendido muito sobre os venenos, os remedios. Entretanto uma coisa ele aidna não sabia, como seu mestre lutava contra aqueles monstros sozinho. Ele ja havia visto algumas lutas entre Hagou e as feras e para Hagou parecia brincadeira de criança. Muitas vezes ele pergutava a seu mestre mas ele nunca respondia ao certo.  De qualquer forma nesses 5 anos ele havia desenvolvido o gosto pela experimentação e pela descoberta. Havia criado alguns venenos por si so, havia aprendido varios dos venenos do seu mestre. Havia se decidido, queria se tornar um hunter, um Hunter Cientista assim como seu mestre. Queria criar venenos, todos os tipos, aqueles que matam aos poucos, os que matam rapido, os que paralizam que causam dor, desmaio... todos os tipos. Convesava muito com seu mestre sobre o exame hunter e, por fim foi decidido, ele iria treinar por mais 2 anos para o exame. Seu mestre iria auxilia-lo no que pudesse. e assim foi feito, por 2 anos ele treinou e agora saio da tutela de seu mestre para tentar o exame hunter.


Mestre: https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/564x/5a/66/51/5a6651663b37d313294bdbc98bbe8477.jpg
Voltar ao Topo
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum